As escolhas do Governo do Rio Grande do Norte

POR SINSP/RN, 14/07/2020

O Governo do Rio Grande do Norte escolheu beneficiar quem ganha mais e punir quem ganha menos. A governadora Fátima poderia ter decidido que os servidores com maiores salários pagassem até 22%, mas preferiu que suas alíquotas fossem de até 16%.

Enquanto isso, para quem ganha menos, não teve a mesma bondade. Poderia ter reduzido para 7,5%, mas preferiu aumentar para 12%.

Lembrando que, na alíquota progressiva, ela vai de 7,5% a 22%, como a proposta pelo governo Federal.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca