Controlador-geral quer melhorar a qualidade de vida de auditores fiscais. E os servidores mais humildes?

POR SINSP/RN, 27/11/2020

Pedro Lopes, que é o controlador-geral do Estado está preocupado com sua categoria, a classe de auditores fiscais do RN. Ele se encontrou com o atual e futuro presidente da Associação dos Auditores Fiscais do RN (ASFARN) na sede da Controladoria e após a reunião anunciou que estavam discutindo “projetos futuros para melhorar a qualidade de vida social dos auditores fiscais”.

É louvável que Pedro Lopes esteja querendo melhorar a qualidade de vida de seus pares, mas ele sendo um agente do governo tem que observar a questão social de todos os servidores, principalmente os que ganham menos.

A maioria dos funcionários do Estado recebem um ou dois salários mínimos e estão há 11 anos sem nenhum reajuste salarial. Situação bem diferente dos auditores fiscais. São os mais humildes que necessitam de projetos para melhorar a qualidade de vida social, e rapidamente. Essa é uma questão urgente que o Estado não parece ter políticas públicas para tornar melhor a vida de seus servidores.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca