CULTURA, CULTURA, CULTURA

CONAE DÁ UM SHOW DE CULTURA

Na noite de quarta-feira (31), o Ministério da Cultura ofertou aos participantes da CONAE o show de Antônio Nóbrega.

Antônio Nóbrega é um caso excepcional no Brasil. E um desaguadouro de múltiplas vertentes.

Entre elas as das criações de nosso folclore, das histórias picarescas, da literatura de cordel, do circo mambembem, das folias carnavalescas e etc., tudo isso trabalhado por alguém de formação erudita, que se dedica a resgatar as melhores tradições nas artes populares.



Mas que as relança com a arte brincante, na qual
a vida e a arte se confundem. Brincante por que a
arte tem que educar, mas divertindo, e como um dos elementos para a transformação da sociedade.

Em 1971 Ariano Suassuna, procurava um violinista para formar o Quinteto Armorial e, após ver Antônio Nóbrega tocando um concerto de Bach, lhe fez um convite que mudaria completamente a sua carreira musical.


É, literalmente, um homem de sete instrumentos, capaz de cantar, dançar, tocar bateria, rabeca, violão etc.

A grande personagem de Antônio Nóbrega é Tonheta,

anti-herói popular por ele definido como um misto de
pícaro, bufão, palhaço, arlequim, vagabundo, uma espécie de colcha de retalhos desses tipos populares que povoam as ruas e praças do país.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca