Demissão de servidores celetistas não resolve o problema financeiro do estado

POR SINSP/RN

Uma das medidas contidas no Pacote de Maldades do Governador Robinson Faria é a demissão de servidores celetistas, que entraram no Funcionalismo público antes de 1988, sem concurso público e são regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), o Governo do Estado ainda não especificou quais setores do Governo serão afetadas, mas confirmou que as demissões iniciam em breve.

Na última quinta-feira (18), Cristiano Feitosa, secretário de Administração e Recursos Humanos do Governo, esteve na Assembleia Legislativa para dar esclarecimentos sobre as demissões. Até agora sabe-se que serão demitidos somente os servidores que têm dois vínculos ou já são aposentados poderão ser afetados. Os que entraram no serviço público sem a realização de concurso (antes de 1988), segundo Cristiano Feitosa, não serão demitidos aqueles servidores que tiverem somente um vínculo.

Sabemos que os principais afetados por estas demissões são lotados na Administração Indireta do Estado, o Presidente do Sinai, Santino Arruda, explica que as demissões são um grande erro do Governo de Robinson Faria (PSD). “Essa decisão vai causar dois grandes prejuízos, o primeiro é ao trabalhador que vai perder a remuneração e a sua qualidade de vida e a população perde o serviço público. Pois o Governo vai demitir 600 trabalhadores e não vai realizar concurso público. Como fica o atendimento desses órgãos? Vão fechar? O que o Governo está fazendo é privar as pessoas dos serviços, porque de fato, vai economizar muito pouco com essa medida tão dura e o serviço vai se encerrar se não houver outros concursos públicos. Faremos o que for possível para impedir que o trabalhador pague sozinho pelas consequências da má gestão. Os servidores estão em pânico, com a ameaça de demissão", desabafa Santino Arruda (Presidente do Sinai).

O Sinai deverá convocar uma assembleia com os servidores celetistas para discutir o assunto e planejar ações.

Nós que fazemos o Sinsp/RN juntamente ao Fórum de Servidores Públicos do Estado do RN nos somamos à luta do Sinai. Estaremos juntos na Assembleia Legislativa para barrar esse pacote, que recebeu o nome de "ajuste fiscal", para nós é a aplicação real do ditado popular "a corda só arrebenta do lado mais fraco", mas os servidores públicos estão diariamente mostrando a força que tem a união. O Governador Robinson Faria conseguiu unir todas as categorias deste Estado contra um inimigo em comum. Conclamamos todos os servidores públicos à estar presentes na praça dos três poderes, a mobilização é constante enquanto tramitam esses projetos que buscam apenas destruir o funcionalismo público e serviços públicos.

Vamos à luta!

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca