Estado gasta 700 mil por mês com condutores de ambulância terceirizados

POR SINSP/RN, 10/11/2020

Existem 100 condutores de ambulância contratados via empresa terceirizada na secretária de Saúde do RN. Cada um deles custa R$ 7.073,55 por mês para o Estado. O custo total para os cofres públicos é de 707.355,00 mensais pagos pelo governo.

Essas informações foram solicitadas pelo SINSP através da Lei de Acesso à Informação, e entregue ao sindicato pela Controladoria Geral do estado.

Um condutor de ambulância ganha em média R$ 1.542,29 no mercado de trabalho de acordo dados Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).  A faixa salarial fica entre R$ 1.407,63 (média do piso salarial 2020 de acordos, convenções coletivas e dissídios), e o teto salarial de R$ 2.560,86, levando em conta profissionais com carteira assinada em regime CLT de todo o Brasil. Valores muito abaixo do salário pago aos terceirizados do governo do Estado. Esse é mais um exemplo do custo excessivo da terceirização do governo no Rio Grande do Norte.

Dados de terceirizados do governo

O governo do RN tem 7.058 terceirizados trabalhando por todo o Estado. A terceirização do serviço público representou um gasto de R$ 252.227.395,50 em 2019, uma média mensal de R$ 21 milhões. O custo médio de cada pessoa terceirizada para o governo é de 2.978,031.

Falta de concurso público

Se o governo realizar concursos públicos e trocar os 7 mil terceirizados por servidores de carreira, economizaria milhões todos os meses. Isso porque além do governo ter de arcar com os contratos das empresas, que são mais caros que os salários dos servidores, essas mesmas 7 mil pessoas não contribuem para a previdência estadual.

Se essas vagas fossem destinadas em concursos públicos, o IPERN poderia arrecadar quantias milionárias. A terceirização prejudica o serviço público, agrava a situação da previdência estadual e nada contribui para a manutenção dos servidores de carreira.

Saiba mais:

Governo gasta mais de R$ 250 milhões com 7 mil terceirizados

Contratos com vigilantes terceirizados variam entre R$ 4.630,27 e R$ 11.196,06

Governo gasta R$ 150 mil por mês com 15 nutricionistas terceirizadas

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca