Festival de cargo comissionado na SEEC

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DO ESTADO PROMOVE UMA FARRA COM CARGOS COMISSIONADOS NO GABINETE DA SECRETARIA

A redação do nosso blog continua apurando sobre a nomeação de CÁTIA ARAÚJO LOPES MUNIZ para exercer o cargo de provimento em comissão de Subsecretário da Secretária de Estado da Educação e da Cultura.­

Ventos vindos do Seridó informam que CÁTIA ARAÚJO LOPES MUNIZ, até sexta-feira, trabalhava no SEBRAE como funcionária da casa e que Câmara dos Deputados Federais do nosso estado tinha ido até o SEBRAE convidar Cátia para ir para a SEEC e que seria criado o cargo de Subsecretária para que a mesma assumisse a função.

A Câmara dos Deputados deveria se preocupar com a implemantação do Piso Nacional do Magistério em nosso estado e inclusive sensibilizar o governo estadual para o pagamento do Piso de R$ 1.324,86 e não em promover farras na SEEC.

Estamos cada vez mais próximo de obtermos a informação que queremos obter: De onde saiu esse cargo.

De uma coisa nós temos certeza é de que a criação desse Cargo Comissionado na Estrutura da SEEC se deu por motivos políticos eleitorais. Isso nós afirmamos por que CÁTIA ARAÚJO LOPES MUNIZ é esposa de Acácio Brito (PT) Ex-Vice-Prefeito da cidade de Serra Negra do Norte.

Basta! Não podemos nos calar com esse festival de cargos comissionados na SEEC. Queremos que a SEEC pague o que nos deve. A Educação Pública Básica não agüenta mais!

BASTA!

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca