Governador Robinson Faria ainda não declarou a sua solidariedade a LULA

Por que será?

 

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) disse que viu com "extrema preocupação" o desenrolar da última etapa da operação "Lava Jato", que levou o ex-presidente Lula para depor coercitivamente; ele se declarou "indignado";.

 

"Os mandados de condução coercitiva e de busca e apreensão concedidos contra o ex-presidente Lula, seus familiares e os funcionários do Instituto Lula, constituem claramente uma violência aos direitos individuais garantidos pela Constituição Brasileira a todo e qualquer cidadão.

 

Lula jamais se negou a prestar esclarecimento sobre o que quer que seja demandado pela justiça brasileira", disse; posição anti-golpe de Pimentel faz coro a de outros governadores como Rui Costa (BA), Wellington Dias (PI), Flávio Dino (MA), Jackson Barreto (SE), Camilo Santana (CE) e Ricardo Coutinho (PB). (Brasil247).

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca