Governo dificulta acesso à informação e retira campo de busca no novo Portal da Transparência

POR SINSP/RN, 12/01/2022

novo Portal da Transparência foi motivo de orgulho e comemoração para o governo do Estado, principalmente para o controlador-geral do Estado, Pedro Lopes, já que a ferramenta foi desenvolvida pelo setor de tecnologia da informação da CGE. Porém, o novo site nasce trazendo dificuldades claras de acesso à informações públicas.

O campo de busca, utilizado para encontrar com mais facilidade os gastos e arrecadações do Estado, foi retirado trazendo obstáculos para os cidadão potiguar acompanhar e fiscalizar as ações do governo.

O controlador-geral Pedro Lopes, em entrevista, chegou a dizer o novo Portal traz facilidades a navegação e disponibilidade de informações, mas basta passar pouco tempo tentando descobrir esse ou aquele dado público que percebe-se que não é bem assim. Um usuário chegou até a brincar: “Parece que o governo terceirizou tanto que agora querem esconder os dados no Portal”.

O que demonstra que o controlador também estava enganado quando disse que o Portal iria “aumentar o nível de satisfação do usuário”. Isso não está acontecendo com a novidade.

Pedro Lopes ainda disse que agora o cidadão pode conhecer com mais agilidade o quanto o governo está arrecadando e gastando, mas se você tentar descobrir, por exemplo, o quanto foi recebido do Fundeb em dezembro de 2021 no RN, não encontra essa informação.

SINSP pediu audiência com controlador-geral

Após saber das reclamações dos cidadãos sobre o Novo Portal da Transparência, o SINSP protocolou um ofício solicitando audiência com o controlador-geral para tratar da reorganização do novo Portal da Transparência com a inclusão de aba de pesquisa para melhorar o acesso às informações públicas.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca