Governo Robinson atrasa o pagamento dos servidores pelo quinto mês consecutivo

O vice-governador Fábio Dantas (PCdoB), anunciou no início da noite de ontem (30) que o governo do Estado pagará o salário do mês de maio aos servidores estaduais, com atraso pelo quinto mês consecutivo. 

De acordo com Fábio Dantas (PCdoB), foi comunicado que o pagamento dos servidores estaduais do mês de maio ocorrerá entre os dias 06 e 10 de junho. 

O nosso site fez a seguinte projeção de calendário de pagamento, o que poderá ser confirmada ou não: Dia 06 de junho acontecerá o pagamento dos aposentados, pensionistas, servidores da Saúde, Educação, Justiça e Cidadania e Segurança (polícias militar e civil, Itep e Corpo de Bombeiros), que representam 93% da folha. No dia 07 de junho recebem os funcionários da Administração, Gabinete Civil, Consultoria, Procuradoria, Comunicação, Controladoria, Vice-governadoria, Planejamento, Tributação, Agricultura e Pesca, Desenvolvimento Econômico, Infraestrutura, Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), Recursos Hídricos, Turismo, Assuntos Fundiários e Reforma Agrária (Seara) e Esporte e Lazer, totalizando quase 4 mil servidores. No dia 08 de junho receberão os servidores da Administração Indireta (Emater, Emparn, Ceasa, Idiarn, FJA, UERN, Fapern, DER, Arsep, Fundac, Igarn, Emportur e Datanorte).

Qualquer alteração que venha ocorrer sobre o calendário de pagametno dos servidores nós informaremos e atualizaremos esse claendário.

De uma coisa nós temos convicção, esse calendário sendo confirmado ou não traz consequências graves para os servidores que são duplamente penalizados com salários defasados e pagamento atrasado. As contas mensais não esperam pelo repasse desta forma sacrificando a categoria com o pagamento de juros.

A direção do SINSP/RN denuncia que o Governador Robinson Faria comete dois crimes contra os servidores. O primeiro por desrespeitar a Constituição Estadual que diz bem claro, no seu art. 28, § 5º Os vencimentos dos servidores públicos estaduais e municipais, da administração direta, indireta, autárquica, fundacional, de empresa pública e de sociedade de economia mista, são pagos até o último dia de cada mês, corrigindo-se monetariamente os seus valores, se o pagamento se der além desse prazo. Segundo ao não corrigir o salário dos servidores como determina a Lei Complementar 122/1994.

O Sindicato já avisou que não vai tolerar mais este atraso. A falta de um cronograma de pagamento é mais um atestado de incompetência deste governo. A Entidade Sindical vai solicitar que o Tribunal de Contas do Estado realize auditoria nas Finanças e na folha de pagamento do Estado, assim como fez com o Governo Rosalba.

Governador Robinson Farias, os Servidores merecem e exigem RESPEITO!

 

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca