Justiça suspende contrato emergencial de R$ 3 milhões para terceirização de segurança em escolas do RN

POR SINSP/RN, 25/09/2020

A secretaria de Educação havia contratado uma empresa para fazer a segurança armada em escolas de Natal, Grande Natal e outros municípios do interior, de forma emergencial, dispensando licitação. O valor total era de R$ 3.564.405,00.

A Justiça suspendeu o processo de contratação emergencial e determinou a imediata retomada e conclusão da licitação para o mesmo serviço.

A decisão se baseou na iniciativa paralela da SEEC em simultaneamente abrir um processo licitatório para contratação de segurança armada e enquanto ele estava em andamento, abrir novo processo, dispensando a licitação.

A própria PGE já havia analisado o caso e emitido parecer apontando diversas irregularidades e determinando providências.

Saiba mais:

Governo do RN paga quase R$ 295 mil a mais por terceirizar ASG

Com terceirizada de 1350 merendeiras, IPERN deixa de arrecadar recurso

Governo do RN paga R$ 205 mil a mais para terceirizar ASG na UERN

Governo renova contrato de quase R$ 16 milhões para manter porteiros terceirizados

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca