O ACERTO DA INSTITUIÇÃO DO FUNDEB

Repúblico matéria do Blog do Zé, 22/04/2010

Uma das principais razões que levaram o PT no governo…

Uma das principais razões que levaram o PT no governo FHC a votar contra o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) e depois, no governo Lula, criar o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB) foi que os tucanos excluíam o ensino infantil e supletivo em seu projeto. Praticamente não destinavam repasses da União para Estados e municípios.

No FUNDEB do PT, a educação infantil e o supletivo são contemplados, além dos recursos, com vários outros benefícios para as duas áreas e para o magistério. Não votamos contra o FUNDEF simplesmente. Lutamos na oposição por mais recursos para a Educação, e pela inclusão do ensino infantil e supletivo. No poder tivemos oportunidade e fizemos disso uma realidade.

Ainda agora, vendo a situação só em São Paulo – nem vou alongar-me analisando o quadro de outros Estados – podemos ver os efeitos negativos da política tucana. Basta analisar o tratamento que eles dão à educação na maior cidade do país governada há cinco anos pelos demotucanos, a parceria José Serra (PSDB)-prefeito Gilberto Kassab (DEM-PSDB, mais PSDB do que DEM) onde cresce a falta de vagas no ensino infantil.

Daí a importância do PAC 2 com a criação de 10 mil creches em todo o país – concentradas particularmente nos bairros de nossas grandes cidades – devidamente acompanhadas de um programa de construção de equipamentos de esportes, lazer, cultura, e inclusão digital (via Plano Nacional de Banda Larga) para nossa juventude.

Mais uma promessa da dupla Serra/Kassab jogada no lixo

Leiam matéria que é manchete principal da Folha de S.Paulo de hoje – “Cresce número de crianças sem ensino infantil em SP “. É um retrato do descalabro, má gestão, de governo errático, sem programa nem planejamento – e o pouco que é feito não é cumprido.

É de estarrecer: das 142 novas escolas de educação infantil que a dupla Serra/Kassab anunciou que construiria esse ano, só 8 foram iniciadas. A Prefeitura justifica que enfrentou problemas na construção das outras e que elas já ficaram para o ano que vem. E nós ainda estamos em abril, o ano ainda tem mais três trimestres!

Ainda bem que o jornal registra que Kassab se reelegeu em 2008 (com o apoio de Serra, que abandonou o candidato de seu próprio partido, Geraldo Alckmin) tendo como uma de suas principais propostas de campanha zerar o déficit de vagas na Educação. Promessa, apenas, que ele jogou na lata de lixo como fez com todas as outras relativas a transporte público, metrô, obras contra enchentes, melhoria do trânsito…

Com esse jogar para o alto a construção de 136 escolas de educação infantil sobe para 45.496 o número de crianças de quatro e cinco anos sem vagas. A situação é mais desalentadora, ainda, na área de creches. Já são 78.284 crianças de zero a três anos na fila de espera, inscritas mas sem vagas na rede. Os números são da Secretaria Municipal de Educação. Essa é a diferença entre nós e os tucanos. E a explicação para a oposição doentia deles ao PAC, que simplesmente negam existir. Acredite se quiser

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca