Por que o governo insiste nos terceirizados e cargos comissionados?

POR SINSP/RN, 13/08/2020

Atualmente o governo do RN tem quase 15 mil terceirizados no quadro de trabalhadores. O próprio governo não divulga o valor exato de qual é o custo dessas vagas para o estado, mas estima-se que é de cerca de R$ 25 milhões. São menos 15 mil pessoas contribuindo para a previdência estadual.

“O último concurso público para área meio aqui no governo do RN foi em 1989, com convocação em 1990. São 30 anos já. Esse déficit previdenciário existe pela falta de novos concursos. O governo abre mão de cargo público para trocar por terceirização e cargos comissionados”, relembrou a presidenta do SINSP, Janeayre Souto.

Desde novembro de 2019 que o Fórum dos Servidores questiona ao governo qual o impacto previdenciário pela falta de contribuição desses terceirizados e comissionados, mas segue sem resposta.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca