Prefeituras têm prazo para solicitar recurso suplementar à educação

Da Redação

Suplementação ao Fundeb é parte da ação do programa Brasil Carinhoso.

Número de crianças matriculadas em creches deve ser comunidado (Foto: Flora Dolores/O Estado)Número de crianças matriculadas em creches
deve ser informado (Foto: Flora Dolores/O Estado)

Termina no dia 30 deste mês o prazo para as prefeituras comunicarem à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes) o número de crianças beneficiárias do programa Bolsa Família matriculadas em creches.

A inserção da informação no Sistema Integrado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Simec), do Governo Federal, é fundamental para que o município receba a suplementação de 50% sobre o valor do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), praticado atualmente nessa faixa escolar.

Em reunião com o subsecretário da Sedes, Emílio Murad, o assessor técnico do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Januário Rodrigues, destacou a importância do fornecimento das informações ao sistema, especificando o quantitativo de crianças matriculadas em creches, para que os gestores possam receber o recurso suplementar direcionado à educação infantil.

“Se procederem dessa forma, as prefeituras vão receber suplementação do Brasil Carinhoso. A título de exemplificação, isso se dá da seguinte forma: se o Município recebe R$ 2.800/ano por uma criança em creche, ele passará a receber R$ 1.400 a mais, que será repassado pelo Mistério da Educação (MEC), por meio de convênio celebrado com o MDS”, explicou.

A suplementação ao Fundeb é parte da ação do programa Brasil Carinhoso, visando estimular os municípios a matricularem cada vez mais crianças beneficiárias do Bolsa Família.
As creches beneficiadas com o recurso podem ser de ensino em tempo parcial ou integral, públicas ou conveniadas, e o recurso suplementar, aplicado nas mesmas ações empregadas pelo Fundeb.

Januário Rodrigues esclareceu que o município que inaugurar creches este ano também deve informar o quantitativo ao Simec, pois receberá a complementação proporcional ao período em que inaugurou as unidades este ano. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (61) 2022-8335/8336/8338.

FONTE: Portal G1

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca