“Professores estão em casa e vão ter direito a vacina, e nós que estamos indo trabalhar, não”, reclama servidora que atua na educação

POR SINSP/RN, 19/05/2021

Vários servidores que exercem seus trabalhos na Educação estadual estão utilizando as redes sociais para reclamar do plano do governo para iniciar a vacinação da área pelos professores, e também para exigir respeito pois suas vidas também importam.

Em meio a diversas mensagens, muitos servidores não estão acreditando que mesmo estando nas escolas, sem fazer trabalho remoto, ainda assim vão para o fim da fila da vacinação na Educação.

Veja algumas declarações de servidores:

SINSP defende que todos trabalhadores na educação sejam vacinados ao mesmo tempo

O SINSP é totalmente contra e vai lutar para que o governo vacine todos os servidores na educação sem dar prioridade a nenhuma categoria, pois é impossível abrir as escolas com apenas professores vacinados. Os servidores administrativos, merendeiras, vigilantes e ASG, como também os trabalhadores terceirizados também correm risco e devem ser vacinados imediatamente, respeitando a ordem de idade e comorbidades inicialmente.                                    

E caso o governo não volte atrás e vacine todos os trabalhadores que atuam na educação, o SINSP vai entrar na Justiça para alterar o plano de imunização da educação.

Saiba mais:

SINSP defende que todos trabalhadores na educação sejam vacinados simultaneamente

Ex-secretária de Educação questiona plano do governo “além dos docentes, outros profissionais que fazem a escola funcionar também precisam ser vacinados”

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca