Professores que trabalharam no programa Profuncionários não recebem o pagamento

Da Redação

O programa Profuncionários foi concluído no mês de junho. Os monitores e os tutores (professores) do programa concluíram todo o seu trabalho no mês de junho do corrente ano.

De junho até agora todos os monitores tem enfrentado uma enorme batalha buscando o pagamento das Horas Suplementares. É bom lembramos que esse pagamento se refere aos quatro meses trabalhados no programa no ano de 2011.

De acordo com Janeayre Souto, diretora de Organização do SINTE, a SEEC em conjunto com SEARH tinha assumido o compromisso com o pagamento dessas horas suplementares para o mês de outubro, mas não foi pago por que a SEARH ordenou que nenhum pagamento de atrasado fosse pago anterior ao mês de julho.

Veio novembro e a SEEC voltou a reafirmar que esse pagamento seria efetuado no pagamento do mês de novembro. Porém não passou mais uma promessa vazia. Terminou o pagamento do mês de novembro e nada do governo pagar essas horas suplementares.

E agora, como vai ficar, essa é uma pergunta que todos se fazem, chegou o mês de dezembro e com ele o exercício findo. Isso é um absurdo. Nós cobramos respeito da SEEC para com esses profissionais, desabafa a dirigente do SINTE.

Essa situação é um absurdo. A SEEC tem que respeitar os trabalhadores em educação no nosso estado.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca