Regional do SINTE em Canguaretama realiza mobilização de protesto

Da Redação

Reajustes do piso salarial da categoria; ambiente digno de trabalho; transparência nas contas públicas. Estas foram algumas das reivindicações exigidas pelos professores de Canguaretama e que motivaram a categoria a fazerem uma parada de advertência embalada por um “apitaço” na última quinta-feira (10), onde também foi requerido pelos educadores municipais uma audiência com o prefeito do município.

De forma muito educada, os profissionais da educação caminharam pela cidade entregando documentos na Prefeitura, na promotoria Pública, no Fórum e na Câmara Municipal. Foi feito também uma visita à rádio Manguezal para esclarecer a população sobre a parada. Depois de um comovente abraço simbólico ao município, feito em praça pública, o evento foi finalizado com uma oração e o canto do hino nacional.

O movimento contou com a presença de quase todos os professores do município, tendo adesão dos profissionais das escolas dos povoados de Piquiri, Barra do Cunhaú, Catu e Outeiro.

Os professores estão na expectativa que o prefeito atenda à categoria e converse com a comissão de negociação formada na última assembleia. Ainda durante o movimento, boatos se propagaram a respeito de uma suposta ameaça de morte feita ao Professor Francisco Galvão, um dos organizadores do evento.

Entre as reivindicações dos professores estão:

  • Reajustes do piso salarial da categoria referentes aos anos de 2010, 2011 e 2012, de acordo com a Lei federal nº 11.738/2008;

  • Licenças prêmios de acordo com a Lei municipal nº 846/2009;

  • Quinquênio de acordo com a Lei municipal nº 846/2009;

  • 1/3 da jornada para planejamento de acordo com a Lei municipal nº 846/2009 e com a Lei federal nº 11.738/2008;

  • Depósito dos descontos do INSS feitos em contracheques;

  • Gestão Democrática nas escolas;

  • Ambiente digno de trabalho;

  • Transparência nas contas públicas;

  • Plano de carreira para os funcionários da educação;

  • Disponibilidade dos membros do sindicato.
error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca