Secretário de Educação afirma que não vai cumprir a Portaria e vai recomendar atendimento presencial em escolas

POR SINSP/RN, 01/03/2021

O secretário Getúlio Marques afirmou ao SINSP que a Portaria Conjunta n° 01/2021 não será cumprida por ele e que as escolas da rede estadual vão abrir as portas e ter servidores exercendo suas funções em trabalho presencial. A afirmação do secretário vem em desacordo com a determinação da Administração e Saúde que ordenou o trabalho remoto para todos os servidores.

A própria secretária Virgínia reafirmou a posição em entrevista nesta segunda-feira (1°), esclarecendo que enquanto estiver em vigor a Portaria os servidores públicos devem cumprir o expediente em regime de teletrabalho, com exceção daqueles que prestam serviços essenciais, onde não se enquadra a educação. A Portaria só será revogada após os leitos públicos caírem para abaixo dos 80%. Atualmente este número está em 94,06%.

Getúlio Marques afirma que servidores podem realizar atendimentos

Em contato com o SINSP, o secretário afirmou que as escolas vão permanecer abertas para caso haja alguma emergência. Porém todos sabem que escolas não são hospitais para ter a necessidade de estarem atendendo durante uma pandemia e sequer existem o regime de urgência dentro dos locais educacionais.

A posição do secretário é clara: total descumprimento da Portaria e desobediência às medidas sanitárias. Enquanto a governadora chora em meio ao caos da pandemia, um secretário dela vira às costas e desobedece as medidas de segurança sanitária!

O SINSP entende que caso o secretário Getúlio quiser, ele pode ir às escolas e abrir os portões, fazendo o papel do porteiro, ou gerir o local, no lugar do diretor, o que não pode é colocar os servidores em risco, os obrigando a enfrentar às ruas, e os ônibus lotados. Enquanto o secretário tem carro particular e pode andar no automóvel da SEEC, os servidores que ganham um salário mínimo andam de ônibus lotado, aglomerando na ida e na vinda e colocando a saúde de todos em rico!

Secretário será responsabilizado caso servidores adoeçam

O SINSP convoca todos os servidores da educação a procurarem o sindicato caso pegue a doença após as medidas de desrespeito a Portaria por parte do secretário. Vamos reunir todos os relatos dos servidores e lutar na Justiça pelo respeito que não está sendo dado por Getúlio Marques.

O nosso contato pode ser feito através dos telefones: 3201.4130 / 98840-1607, ou do email: sinsprn@gmail.com.

Saiba mais:

Trabalho presencial está suspenso

Trabalho remoto: após pressão, governo atende solicitação do SINSP

Governo atende solicitação do SINSP e prepara Portaria implatando regime de trabalho remoto para servidores

Teletrabalho: SINSP solicita medida urgente da governadora

Diretor da 1ª Direc afirma que vai manter trabalho presencial mesmo após publicação de Portaria

Após contato com o SINSP, diretora de escola de Caicó recua e se compromete a respeitar Portaria

Diretora de Escola em Umarizal obriga funcionários a trabalhar durante pandemia

SINSP visita Escola Aldo Fernandes, comprova que gestores não respeitam decreto do Estado e põe saúde de servidor em risco

Direção do SINSP visita escolas e constata falta de material de proteção para funcionários

Diretores do CEJA Senador Guerra, em Caicó, insistem em convocar servidores mesmo após Portaria do Estado

Mesmo com Portaria, diretora da 15ª Direc está obrigando servidores a atenderem o público

Diretora da Escola Calpúrnia Caldas volta atrás e vai obrigar servidores a trabalhar presencialmente

 SESAP – PORTARIA CONJUNTA Nº 01-SEAD-SESAP – Teletrabalho.pdf

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca