Servidores precisam de máscara correta, como da secretária Virgínia

POR SINSP/RN, 04/05/2021

A secretária de Administração, Virgínia Ferreira, esteve na reunião remota do Fórum dos Servidores com o governo e nela utilizava a máscara ideal para combater a disseminação do coronavírus. A secretária está corretíssima em se proteger com o EPI correto, uma máscara com qualidade certificada pelo Inmetro, assim deveria ser para todos os servidores públicos do Estado que são obrigados a sair de casa e se arriscar no seu local de trabalho.

Sendo um equipamento de segurança, a máscara não pode ter qualquer procedência duvidosa. Ela tem que ser desenvolvida com dispositivos para neutralizar a ação do vírus, tem que ser verificada e aprovada pelo Inmetro.

Porém, enquanto isso os servidores ganham do governo máscaras sem qualidade, muitas vezes de pano. Máscaras feitas sem supervisão técnica do Inmetro não dao a segurança necessária a quem as usa por não conseguirem barrar gotículas de saliva e secreções. Os servidores necessitam de máscaras corretas, como a da secretária.

Usar máscaras sem especificações exigidas pelo Inmetro pode ser determinante para pegar doenças infectocontagiosas, como o coronavírus. Servidores exigem máscaras com qualidade para proteger sua saúde!

Saiba mais:

Máscaras são EPIs e devem ser aprovadas pelo Inmetro

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca