Sinsp-RN aprova pauta de reivindicações para 2013

Da Redação

Em assembleia realizada na última quinta-feira (14), no IFRN da Cidade Alta, o Sinsp-RN (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do Rio Grande do Norte) aprovou pauta de reivindicações para 2013. Durante a assembleia, foi formada uma comissão com trabalhadores da base do sindicato para, junto com a direção, participar de futuras negociações com o Governo do Estado. A próxima assembleia do Sinsp-RN será realizada em abril.
Entre os pontos aprovados pela categoria está a necessidade da realização imediata de concurso público para a área geral do Estado, em todos os níveis. O Governo Estadual não realiza concurso para preenchimento do quadro de funcionários da administração direta desde o ano 2000. Ainda na pauta, a reposição salarial de 32,94% e a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) voltado exclusivamente aos servidores da administração direta do Estado, de acordo com a Lei Complementar 432/10.

Também na assembleia foi divulgada a consolidação da parceria entre o sindicato e o plano de saúde AMIL. Com preços acessíveis, uma porcentagem de até 40% de desconto em relação ao plano individual, a Amil prestará um serviço de alta tecnologia e com abrangência regional ou nacional. Todos os associados terão direito ao benefício.

Veja a pauta de reivindicação do SINSP:

  • Política de valorização do salário básico, que garanta reajuste real acima da reposição inflacionária, aplicado anualmente por ocasião da data base, assegurando sempre que o valor do salário básico se mantenha no mínimo igual ao valor do salário mínimo nacional;

  • Reposição salarial de 32,94%, esse índice se justifica em virtude do reajuste do salário mínimo no ano de 2011 – 6,86%, 2012- 14,13% e em 2013- 9,00%;

  • Politica Salarial com recuperação das perdas;

  • Pagamento dos 70% restante do PCCR para os servidores que ainda não integralizaram financeiramente o plano de carreira no contracheque;

  • Envio para a Assembléia Legislativa do Projeto de Lei que trata dos ajustes da Lei Complementar 432/10;

  • Efetivação da Lei Complementar 432/10, lei que trata do PCCR dos servidores da administração direta do estado;

  • Concurso público como único meio de ingresso no serviço público em todos os níveis da administração direta do estado, imediatamente;

  • Imediata realização de concurso público em todos os setores com falta de servidores;

  • Maior transparência do SAGEP, levando a exposição dos dados cadastrados no mesmo em local visível nas escolas;

  • Motoristas: Definição dos horários de saída para as viagens; Melhor organização das diárias para os motoristas e técnicos; Manutenção dos carros; definição do horário de expediente dos motoristas fora da sede das secretarias, delimitação da interjornada e da intrajornada.

  • Politica de saúde do trabalhador: Política preventiva de redução aos riscos à saúde, especialmente a mental; Gratificações decorrentes das atividades insalubres, perigosas e penosas conforme o risco à saúde e à vida; Criação de Comissão de Saúde do Trabalhador por local de trabalho;

  • Condições dignas de trabalho, com servidores qualificados e em número necessário, em local e com equipamentos adequados;

  • Contra a Municipalização, Terceirização e Privatização do Serviço Público Estadual;

  • Data base unificada no mês de maio para os servidores públicos estadual;

  • Fim do assédio moral e político contra servidores e empregados públicos no estado do Rio Grande do Norte, com a implantação das políticas de combate ao assédio moral.

Para acessar o primeiro boletim do SINSP que foi distribuído na assembléia Clique no link ao l

A palavre de ordem é: NEGOCIAÇÃO JÁ!

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca