Trabalho remoto: após pressão, governo atende solicitação do SINSP

POR SINSP/RN, 26/02/2021

Foi publicado no Diário Oficial do Estado, desta sexta-feira (26), a Portaria em conjunto das secretarias de Administração e Saúde que dispõe sobre o regime de teletrabalho nos órgãos e entidades da administração pública do Estado. O medida já está em vigor, e os servidores só retornam atividades presenciais após a taxa de ocupação dos leitos cair para menos de 80%. Atualmente este número está em 85,76%.

O governo demorou, mas enfim atendeu a solicitação do SINSP, protocolada no último domingo (21). O sindicato lutou para que os trabalhadores não precisassem sair de suas casas e correrem o risco de ser contaminados no deslocamento ou nos locais de trabalho. O RN vive o pior momento desde que a pandemia teve início, e a saúde do servidor público é prioridade para o SINSP.

RN bateu recorde de pessoas internadas

Ontem, o RN chegou a marca de 247 pessoas internadas em estado crítico com covid-19. É o maior número desde o começo da pandemia. Apenas ontem, foram 14 mortes pela doença. Uma média de 17 vidas perdidas por dia nas duas últimas semanas. A média de casos é de 816 infectados por dia.

A taxa de transmissão da doença no RN é a maior do país. De acordo com o covid-19 analytics, 100 pessoas infectam cerca de 149 outras pessoas com a doença. A taxa está em 1,49, e qualquer número acima de 1,00 é considerado avanço da covid-19.

Raimundo Alves não permitia publicação de Portaria

Apesar desses números alarmantes e extremamente graves, o secretário do Gabinete Civil, Raimundo Alves relutou para aceitar a implantação do regime de trabalho remoto. Enquanto a SEAD e SESAP preparavam o documento, Raimundo impedia a publicação, colocando a sapude de milhares em risco.

Entenda o caso

Na quarta-feira (24), a secretária de Administração, Virgínia Ferreira, confirmou ao SINSP que a SEAD iria publicar uma Portaria em conjunto com a SESAP implantando o teletrabalho aos servidores. Já ontem, a secretária Virginia não soube informar quando a Portaria será publicada. Isso porque Raimundo Alves não permitia a publicação, desrespeitando Portaria do próprio governo, publicada em agosto de 2020, em que afirmava que quando os leitos estivessem acima de 80% os servidores iriam trabalhar de maneira remota.

Foi necessário uma reunião entre a governadora e os secretários do Gabinete Civil, Saúde e Administração para convencer Raimundo Alves sobre a necessidade da medida. A pressão que o SINSP fez durante toda a semana foi imprescindível para a ação do governo.

Presidenta do SINSP comemora decisão

Janeayre Souto assinou o documento exigindo medidas urgentes do Estado no último domingo, e agora, após publicação da Portaria, mostrou alívio, mas afirmou que seguirá atenta ao cumprimento das exigências.

“Foi uma semana de trabalho intenso, onde não sossegamos nenhum minuto enquanto o governo ainda nem planejava determinar o teletrabalho. Elaboramos a ideia e solicitamos urgência. Agora, enfim, os servidores podem se proteger de suas casas. A partir de agora vamos exigir o cumprimento da Portaria”.

Se a medida não for cumprida, procure o SINSP

Caso algum servidor seja obrigado a sair de casa para realizar seu trabalho presencial, procure o SINSP e denuncie. O nosso contato pode ser feito através dos telefones: 3201.4130 / 98840-1607, ou do email: sinsprn@gmail.com.

Saiba mais:

Mesmo com leitos acima de 87%, Raimundo Alves não permite publicação de Portaria implantando regime de trabalho remoto

Governo atende solicitação do SINSP e prepara Portaria implatando regime de trabalho remoto para servidores

Teletrabalho: SINSP soli.cita medida urgente da governadora

Governo precisa entender que só leito não resolve, tem que determinar que trabalhadores fiquem em casa

RN sofre com aumento de 89% nas mortes por covid-19, mas Raimundo Alves segue impedindo publicação de Portaria

 SESAP – PORTARIA CONJUNTA Nº 01-SEAD-SESAP – Teletrabalho.pdf
 OFICIO GOVERNADORA – TRABALHO REMOTO.pdf

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca