Centrais repudiam

CENTRAIS REPUDIAM REPRESENTAÇÃO JUDICIAL DO PEDB CONTRA EVENTO DOS TRABALHADORES
Republico matéria do CNTE Informa 528 (link ao lado)

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Força Sindical e Nova Central Sindical dos Trabalhadores contestam e repudiam a direção nacional do PSDB por ter ingressado com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na noite de sexta-feira (16), sob alegação de suposta propaganda eleitoral antecipada.

A representação contra as cinco centrais e seus presidentes refere-se ao evento que debateu o estudo do Dieese Mercado de Trabalho Brasileiro: evolução recente e desafios realizado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, no dia 10 de abril. O espaço foi solicitado ao Sindicato (listado na representação tucana) pelas direções das cinco entidades sindicais.

Também alvos da representação do PSDB no TSE, o presidente Lula, a ex-ministra e pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff; o senador Aloizio Mercadante e o prefeito Luiz Marinho participaram do evento.

O encontro das referidas centrais sindicais, em um espaço onde foi consolidada a luta da classe trabalhadora por seus direitos e pela democracia, é um marco histórico. Nele, promoveu-se consenso em torno de temas cruciais, tais como emprego, formação e qualificação profissional, dentre outros para a continuidade do desenvolvimento econômico e social brasileiro.

Ao tentar reduzir a eleitoreiro este evento de relevância nacional, o PSDB mostra a sua face antidemocrática e antissindical, tentando, por este meio, criminalizar as ações sindicais e a classe trabalhadora.

É de se estranhar que o PSDB classifique o evento das centrais como eleitoreiro, quando, no mesmo dia e hora, era lançada a pré-candidatura do Sr. José Serra à presidência da república, em uma grande festa realizada em Brasília.

O movimento sindical não se intimidará com essa ação de censura, assim como não se intimidou em outros momentos da história deste País, mesmo diante da ditadura militar. Não aceitará que o PSDB e nenhum outro partido impeçam os trabalhadores e seus representantes, legitimamente eleitos, de emitir opiniões e participar das decisões sobre os rumos deste País.

As centrais sindicais são resultado da luta do povo brasileiro pela democracia e contra a censura. Ninguém conseguirá calar a classe trabalhadora! (CUT Nacional).

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca