Descaso de Fátima com servidores da segurança pública é exposto em reunião virtual

POR SINSP/RN, 03/07/2020

Os policiais civis do estado do Rio Grande do Norte reclamaram do descaso com que estão sendo tratados pela governadora Fátima Bezerra em meio à pandemia de COVID-19. Os servidores desabafaram sobre as testagens, explicando que é pouca a quantidade de testes disponíveis e exaustiva a espera pelo trâmite. Os policiais estão expostos cotidianamente ao risco de ter o vírus e sequer recebem orientações e direcionamentos eficientes do estado para que possam proteger a si e suas respectivas famílias. Só há 300 testes disponíveis e 1200 policiais civis.

O desabafo foi feito em reunião virtual nesta sexta-feira, dia 03, entre Fórum dos Servidores e Secretaria de Administração do Estado. Outros dirigentes sindicais também trouxeram à tona o total descaso com que o Estado vem tratando os sindicatos e os servidores a que representam. São várias as denúncias de negligência estadual em locais de trabalho, desde as mais básicas, em meio à pandemia.

Na saúde, a evidente despreocupação do executivo com os servidores que atuam na linha de frente, muitos que inclusive já perderam a vida, e tantos outros que sobraram e enfrentam falta de equipamentos, estrutura e condições de trabalho. Não bastasse isso, o Governo do RN quer a flexibilização do isolamento social, medida que até agora é a única capaz de conter a disseminação do vírus. Por outro lado, ignorou a orientação do Sindsaúde para que fosse determinado um lockdown no estado.

Fora os tantos casos ainda mais graves que existem, mas por falta de apelo não se tornam públicos. São várias as insatisfações ante ao governo de Fátima Bezerra no enfrentamente à crise, que se torna ainda mais grave diante da falta de diálogo com seus servidores públicos, recusando audiêcia virtual, e se negando a saber como os servidores têm enfrentado esse caos. 

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca