Dia Nacional de Luta nesta quinta (9) mobiliza mais uma vez servidores de todo o Brasil

Republico no site da CUT, 09/08

Escrito por: Condsef

Nesta quinta-feira, 9, servidores públicos federais de todo o Brasil vão protagonizar mais um Dia Nacional de Luta em defesa do setor público em todas as capitais. A categoria deve repetir a grande participação no Dia Nacional de Luta de 31 de julho que levou o grito de “Negocia, Dilma!” para as ruas. A greve no funcionalismo está aumentando e ocorre para pressionar o governo a apresentar uma proposta que atenda ao conjunto das demandas dos trabalhadores do setor público. O governo tem só até o dia 31 de agosto para encaminhar ao Congresso Nacional projetos de lei com previsão orçamentária para 2013. Hoje, servidores foram ao Centro de Convenções em Brasília onde estava prevista participação da presidenta Dilma Rousseff na abertura da Conferência Nacional do Trabalho Digno. A manifestação foi embalada pela paródia de “Sociedade Alternativa” que acabou se tornando um dos temas da greve: “Dilma, negocia com os grevistas” (ouça aqui (http://cut.org.br/destaques/22426/%5C%22%5C%5C%22http://www.youtube.com/watch?v=Pg2Fk3m5u9I&list=UU3hOtpNgeIuZL4QBiWAYcGg&index=1&feature=plcp%22%22)). O objetivo dos servidores era chamar atenção da presidenta para o movimento da categoria e sensibilizá-la para buscar solução para o conflito instalado, mas Dilma acabou cancelando sua participação na conferência.

Também nesta quinta as entidades que representam os servidores em greve vão entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) contra o Decreto 7.777/12 que autoriza a substituição de servidores em greve em diversos setores. As entidades vão protocolar também uma denúcia na Organização Internacional do Trabalho (OIT) contra as atitutes antisindicais do governo na tentativa de acabar com a greve legítima dos servidores públicos. Além disso, as entidades já protocolaram um pedido de reunião com deputados da Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público. O encontro deve acontecer na semana do “Acampamento da Greve”. O objetivo é buscar ações que possam intermediar e destravar as negociações pelo atendimento das demandas mais urgentes do serviço público.

“Acampamento da Greve” vem aí mais uma vez –Para fortalecer a pressão junto ao governo, na semana entre os dias 13 e 17 de agosto, os servidores em greve de todo o Brasil vão se unir mais uma vez em Brasília na reedição do “Acampamento da Greve”. No dia 15, próxima quarta, os servidores vão protagonizar mais uma grande marcha na Esplanada dos Ministérios. Todas as atividades e os esforços seguem sendo feitos na expectativa de que o governo traga para a negociação uma proposta capaz de atender as reivindicações do conjunto dos federais. Para isso a mobilização deve ser reforçada e a pressão da categoria por respostas do governo às principais reivindicações do setor público deve ser intensificada.

A orientação da Condsef e do Comando Nacional de Greve continua sendo o de reforçar a mobilização e a greve nos estados. A greve geral do setor público enfrentado pelo governo Dilma já é uma das maiores na história do movimento de luta dos servidores federais.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca