Governo comemora redução de gastos com pessoal após tirar dinheiro de servidores

POR SINSP/RN, 20/09/2021

A despesa com os servidores no RN teve uma queda de 2% comparado com 2020. Valor que já vinha caindo desde o início do governo Fátima Bezerra. Como será que o governo consegue reduzir a folha salarial mesmo com a alta inflação e contratando mais gente? A mágica do governo é reduzir salário, através da reforma da previdência, não pagar o ADTS dos servidores e realizar sua política de gestão com o dinheiro que deveria ser destinado aos funcionários do Estado.

Esse é mais um dado em que fica evidente que a política do Estado não é arrecadar mais, nem mesmo fazer concurso público e sim a troca dos servidores por terceirizados, comissionados, bolsistas e estagiários, e assim reduzir a folha de pagamento. Além disso, esse governo admite fazer gestão com recursos dos próprios servidores. É uma gestão que congela ADTS e realiza reforma para diminuir ainda mais o já baixo salário dos funcionários públicos.

Aplicando a política de terceirização, o governo não realiza concurso público, que deveria fazer parte de um planejamento estatal, pois traz desenvolvimento social, evita interrupções de políticas públicas e dá continuidade nas atividades governamentais, além de aumentar a receita do Estado.

As sucessivas quedas no gasto com pessoal comprovam que o governo transfere menos recursos para o pagamento dos servidores do RN. O RN necessita imediatamente de novos concursos para todos os órgãos da administração direta.

Saiba mais:

Despesa com pessoal cai 7% no RN

Governo lota Gabinete Civil com comissionados, terceirizados, bolsistas e estagiários: “todo dia chega gente nova”

30 anos sem concursos no RN

Após concurso, trabalho da Control é destaque no Estado

Governadora anuncia concurso para Polícia Civil, mas esquece de outros órgãos

Sem fazer concurso, Fátima Bezerra contratou 250 novas merendeiras terceirizadas

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca