Governo do RN quer cortar salário dos servidores

POR SINSP/RN, 03/04/2020

O Governo do RN estuda uma forma de cortar as gratificações e salários dos servidores estaduais como os de periculosidade, insalubridade, auxílio transporte e adicional noturno, além das horas suplementares dos professores.

A governadora ignora que os trabalhadores não estão em seus locais de trabalho por uma questão sanitária, que envolve a saúde não só de si próprio, mas de toda uma sociedade que se volta à luta contra a pandemia do novo coronavírus. 

Não deixam de ir ao trabalho porque não querem, e isso é um fato. A recomendação do Ministério da Saúde é clara: ficar em casa. Só o isolamento pode impedir que o vírus se propague em alta velocidade, o que poderia fazer o sistema de saúde entrar em colapso.
É um absurdo que os trabalhadores percam qualquer direito em meio ao cenário de caos na saúde. Os servidores não estão indo ao trabalho por uma questão de saúde e por por recomendação médica.

O Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta do Rio Grande do Norte continua em alerta aos movimentos do executivo estadual e permanece firma na luta para que nenhum direito dos trabalhadores seja retirado ou suspenso.

 

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca