Identidade Estaudantil

SEMOB DENUNCIADO PELOS DIRETORES DE ESCOLAS

Diretores de escolas públicas e presidentes de diretórios centrais de estudantes de universidades e faculdades potiguares se uniram para defender os alunos que não estão tendo acesso à meia-passagem e meia-entrada, devido aos entraves burocráticos impostos pela Semob.

A Federação Estadual das Entidades Estudantis do Rio Grande do Norte (Ferne) fez representação junto ao Ministério Público para garantir o acesso dos estudantes à meia-passagem.

É que o complexo ciclo do qual é composto o cadastro atual está apresentando falhas de forma reiterada. A Semob já prorrogou o prazo de validade da identidade estudantil de 2009 de 31 de março até 30 de abril. Porém, esta prorrogação não evita danos aos estudantes, já que o que tem acontecido é o bloqueio dos documentos de 2009 e 2010, sem justificativa.

De acordo com presidente Ferne, Sandro Pierre da Silva, a Semob criou um sistema de cadastro, que tem como base o Registro Único dos estudantes de Natal, com o objetivo de impedir a compra da meia-passagem por falsos estudantes.

A medida, apesar de ter caráter moralizador, não tem embasamento legal e está sendo usada como instrumento contra os 110 mil estudantes da capital potiguar que têm direito ao desconto.

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca