Professor tem salário descontado em R$ 1.039,00: “quase infarto”

POR SINSP/RN, 20/01/2021

O professor Marcus Vinícius Silva, trabalha na rede estadual e teve uma péssima surpresa ao verificar seu contracheque de janeiro. Só em descontos do IPERN e imposto de Renda foram R$ 1.939,00, “quase infarto”, afirmou o servidor.

A diferença para janeiro de 2020, um ano antes, foi de cerca de R$ 480,00. O professor, que tem dois vínculos com o Estado, está sofrendo no bolso os efeitos da reforma da previdência. Diferentemente do argumento do governo, não são apenas os super salários que sofrem os efeitos da reforma da previdência.

“É como se meu salário tivesse diminuído de uma hora pra outra”, declarou o servidor.

SINSP lutou contra a reforma da previdência e segue batalha na Justiça

O SINSP esteve intensamente na batalha contra a reforma da previdência estadual, junto ao Fórum dos Servidores. O combate amenizou os severos efeitos da proposta do governo, mas a reforma foi aprovada e promulgada.

Infelizmente, essa política de confisco afeta milhares de servidores aposentados. O Estado deveria trazer descanso e paz para esses servidores e não dor de cabeça e diminuição salarial.

O SINSP está procurando meio de derrubar essa injusta reforma da previdência na Justiça!

Saiba mais:

Professora aposentada passa a pagar R$ 457,25 ao IPERN a partir de 2021

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca