Prorrogadas inscrições para o sexto Prêmio Professores do Brasil

Da REdação

Premiação busca valorizar as práticas pedagógicas bem-sucedidas, criativas e inovadoras realizadas nas redes públicas de ensino do País

As inscrições para o 6º Prêmio Professores do Brasil foram prorrogadas até o dia 10 de novembro, conforme Portaria nº 1.300 (http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=9&data=26/10), do Ministério da Educação (MEC (http://www.mec.gov.br/)), publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (26). A premiação busca valorizar as práticas pedagógicas bem-sucedidas, criativas e inovadoras realizadas nas redes públicas de ensino do País.

Além da categoria de temas livres, foi criada este ano uma categoria sobre temas específicos, que se divide nas áreas de educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, anos finais e ensino médio.

O novo módulo conterá projetos de educação integral ou integrada, ciências para os anos iniciais, alfabetização nos anos iniciais e educação digital, articulada ao desenvolvimento do currículo.

Cada categoria poderá ter até quatro professores premiados em cada uma das subcategorias, um por região do País. Os autores das experiências selecionadas pela comissão julgadora nacional, independente de sua região ou da categoria escolhida, receberão R$ 7 mil, além de troféu e certificados expedidos pelas instituições parceiras.

O prêmio

O Prêmio Professores do Brasil é uma iniciativa do MEC e foi instituído em 2005, por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB (http://portal.mec.gov.br/seb/)), com o objetivo de reconhecer o mérito de professores das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade da educação básica, por meio de experiências pedagógicas bem-sucedidas, criativas e inovadoras.

O concurso consiste na seleção e premiação das melhores experiências pedagógicas desenvolvidas ou em desenvolvimento por professores das escolas públicas, em todas as etapas da educação básica e que, comprovadamente, tenham sido ou estejam sendo exitosas no enfrentamento de situações-problema, considerando as diretrizes propostas no Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação (http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me004759.pdf).

Até a segunda edição, eram premiados professores da educação infantil e séries ou anos iniciais do ensino fundamental. A partir da terceira edição, estendeu-se a todas as etapas da educação básica — educação infantil, anos iniciais e finais do ensino fundamental e ensino médio.

O prêmio Professores do Brasil é realizado pelo Ministério da Educação, em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed (http://www.consed.org.br/)), União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime (http://undime.org.br/)), Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco (http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/)), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes (http://www.capes.gov.br/)), Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares (Abrelivros), Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI (http://oei.org.br/principal.php)), fundações SM e Volkswagen e Instituto Votorantim.

As inscrições devem ser feitas na página do prêmio (http://www.premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/) na internet, onde o professor também encontra o regulamento (http://www.premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/pdf/Portaria_PPB_Regulamento.pdf).

fonte: Portal Brasil

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca