Sem Fátima, equipe estadual apresenta calendário de pagamento 2020 em audiência com o Fórum

POR SINSP/RN, 23/01/2020

A proposta dos sindicalistas de ampliar a faixa de antecipação paga até o dia 15 de cada mês para R$ 6 mil líquido foi negada pelo Governo do RN sem que qualquer análise tenha sido feita. Em vez disso, a equipe executiva fez uma proposta unilateral e decidiu manter o que já vinha sendo feito com relação ao pagamento das folhas.

Conforme os secretários de Estado presentes na reunião desta quarta-feira no Gabinete Civil, entre Fórum Estadual dos Servidores e equipe de governo, serão pagos integralmente até o dia 15 os servidores que recebem até R$ 4 mil, além dos agentes da segurança. Os demais quem recebe acima disso, devem receber 30% nesse mesmo dia e só terá o restante do salário na conta no final do mês, como já havia sendo feito pelo governo. Já os servidores dos órgãos de arrecadação própria continuam recebendo no último dia útil. (confira a tabela de pagamento 2020 no final da matéria)

Segundo o secretário de Planejamento do Estado, Aldemir Freire, não é possível prometer a ampliação devido à incapacidade financeira do estado. Sobre o 13º salário de 2020, o chefe da pasta disse que o estado vai pagar a folha dentro do mês de dezembro, mas que ainda não é possível garantir o dia exato.

“Lamentamos a ausência da governadora nessa audiência. O formato apresentado frustra a expectativa do servidor, já que eles continuam privilegiando a segurança em detrimento aos demais servidores. Nem sequer analisaram a proposta do aumento da faixa para R$ 6 mil”, criticou a presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos do Rio Grande do Norte, Janeayre Souto.

Reforma da Previdência

A equipe de governo presente na audiência optou por não apresentar o texto da reforma proposta pelo governo Fátima Bezerra nesta quarta-feira. Segundo os secretários, a governadora se recusou a enviar o projeto com a faixa de isenção reduzida a um salário mínimo. Por outro lado, conforme os secretários, a alíquota deverá subir. O governo pretende formular uma nova proposta e um novo texto, que será apresentado em uma nova agenda com o Fórum, prevista para o dia 30 de janeiro. A equipe estadual pretende enviar o projeto da reforma à Assembleia Legislativa no início de fevereiro.

O SINSP reitera que é contra qualquer retirada de direitos dos servidores e portanto é contra a reforma da Previdência da governadora Fátima Bezerra.

Confira o calendário proposto pelo Governo:

MêsPrimeiro pagamentoComplemento
JaneiroDia 15Dia 31
FevereiroDia 15Dia 29
MarçoDia 14Dia 31
AbrilDia 15Dia 30
MaioDia 15Dia 30
JunhoDia 15Dia 30
JulhoDia 15Dia 31
AgostoDia 15Dia 31
SetembroDia 15Dia 30
OutubroDia 15Dia 31
NovembroDia 14Dia 30
DezembroDia 15Dia 31

Confira o calendário de luta contra a reforma da Previdência do Governo Fátima Bezerra (PT):

31.01 e 01.02

SEMINÁRIO POLÍTICO E SINDICAL – reforma da Previdência e reforma Administrativa

03 e 04.02

GREVE GERAL UNIFICADA de 48h dos servidores com ato público na Assembleia Legislativa do RN

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca