SINSP/RN conquista vaga na comissão de seleção da EGRN

A direção do SINSP/RN conquistou mais um importante passo para empreender mais transparência nos processos seletivos realizados pela Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN). Em audiência realizada no dia 09/11, a direção da Escola de Governo firmou o compromisso de disponibilizar uma vaga para a representação sindical na comissão de seleção dos cursos ofertados pela unidade de ensino.

Participaram da audiência pelo SINSP/RN a presidente Janeayre Souto e os diretores Ubiratan Barros, Rosângela Almeida, Raufran Bezerra e Isabel Cristina. Pela Escola de Governo a Diretora-geral: Maria do Socorro Ferreira, a diretora do Departamento de Capacitação, Zilca Maria de Macedo Pascoal, e o Gestor de Contratos e Convênios, Ricardo Amaral.

O SINSP/RN solicitou a audiência com a Escola de Governo para encaminhar as reclamações dos servidores da administração direta. Os servidores reclamam da forma com que a unidade de ensino tem conduzido os processos seletivos para cursos ofertados. E, solicitar a ampliação das vagas dos cursos a nível de graduação e de especialização que são ofertados pela Escola de Governo para os Servidores EStaduais.

Veja mais…
SINSP/RN REPUDIA OCUPAÇÃO DA ESCOLA DE GOVERNO 
SINSP/RN LUTA PELO FORTALECIMENTO ESCOLA DE GOVERNO 
SINSP/RN COBRA CURSOS NA ESCOLA DE GOVERNO 
SINSP REIVINDICA MAIS QUALIFICAÇÃO AOS SERVIDORES NA ESCOLA DE GOVERNO 
PCCR E ESCOLA DE GOVERNO SÃO TEMAS DE AUDIÊNCIA NA SEARH 
SINSP/RN COBRA CURSOS DE QUALIFICAÇÃO AOS SERVIDORES ESTADUAIS 
SINSP/RN PRESENTE EM AULA INAUGURAL NA ESCOLA DE GOVERNO 
SORTEIO FESTIVO DO SINSP/RN FOI UM SUCESSO 

Os critérios utilizados deixam margem para dúvidas que podem levar a interpretações errôneas sobre lisura dos certames. Edital e os critérios de seleção são objetos de duras críticas principalmente no Curso de Especialização em Gestão Pública. Os servidores sentem discriminados que, por estarem próximos da aposentadoria, não conseguirem ingressar nas qualificações ofertadas pela Escola de Governo.

“A categoria reclama que a seleção para os cursos ofertados utiliza critérios subjetivos. Desta forma cabem muitas interpretações que deixam a desejar na clareza de muitas questões para os servidores”, disse a presidente do SINSP/RN, Janeayre Souto.

A direção da Escola de Governo reconheceu que um dos gargalos da unidade de ensino é a seleção, pois o número de vagas ofertadas é muito menor que a demanda dos servidores. Na Especialização em Gestão Pública, por exemplo, foram 500 inscritos para 40 vagas.


A gestão da Escola está observando cada certame de modo a aperfeiçoar o processo seletivo e disponibilizar maior número de vagas quanto o possível para os cursos ofertados. Foi com esta forma de trabalho que a Diretora-geral da EGRN Maria do Socorro convidou a diretoria do SINSP/RN para firmar uma parceria de modo empreender maior transparência e entendimento dos editais. A representação sindical passará em breve a acompanhar o processo seletivo não como fiscal, mas para ter conhecimento sobre a tramitação das etapas do processo seletivo.

A Diretora-geral da EGRN, Maria do Socorro, reafirmou que a Escola de Governo pratica uma política inclusiva para os servidores. Para ela “existem algumas reclamações para alguns cursos, mas já realizamos muitos processos seletivos sem que houvesse queixas como nos cursos de Gestão de Pessoas e Direito Administrativo”.

Novos Cursos
Sobre a abertura de novos cursos, a Escola de Governo vai ofertar em breve Mestrado em Administração e Especialização em Qualidade de Vida e Saúde do Trabalho. Ainda foi informado que será em breve divulgado edital para cursos de pós-graduação para os servidores no interior do estado. Serão quatro qualificações em seis turmas, entre os quais Gestão de Pessoas para a Cidade de Mossoró/RN.

Os gestores da Escola de Governo agradeceram o firme empenho com que a direção do SINSP/RN vem defendendo o fortalecimento da EGRN. Por sua vez, o Sindicato tem reafirmado sua indignação quanto os servidores estarem bancando a infraestrutura de segurança pública com a ocupação da EGRN.

“Esta luta não terá trégua até que os servidores estaduais tenham o que seu por direito. A Escola de Governo foi criada para qualificar servidores e não para servir de remendo para falta de gestão do serviço público do Governo Estadual”, disse Janeayre Souto.

Fique informado sobre os cursos e serviços prestados pela Escola de Governo
Site: www.escoladegoverno.rn.gov.br
E-mail: escoladegoverno@rn.gov.br
Telefones: (84) 3232-1699 | 3232-1094

FONTE: Site do SINSP

error: Conteúdo protegido para cópia.
Menu e Busca